Cine- Opiniões(Parte 1)


Oi, gente!

A partir de agora, lançarei toda segunda –feira revisões dos filmes que eu tenho visto ultimamente. Espero que apreciem.

 osinvenciveis

OS INVENCÍVEIS (2008)

 

Vou chutar que todos que leem esse blog já devem ter ouvido falar pelo menos uma vez em Sergio Leone.
210px-Leone
Esse diretor italiano, apaixonado pelos faroestes americanos, acidentalmente criou um movimento nos anos 60 que ficou conhecido como os “Faroestes Spaghetti”. Tais filmes ficaram famosos por usar atores europeus, pelo visual gótico de alguns filmes , pelos roteiros cheios de tragédia e- principalmente- pela violência, chocante para os padrões da época. John Wayne não conseguiria ficar vivo nem por cinco minutos nesse Oeste, onde todo mundo trai todo mundo e não existem amizades. Sem dúvida alguma, o filme mais famoso desse gênero foi feito pelo próprio Leone, e ironicamente virou sinônimo de faroeste: “O Bom, O Mau e O Feio”- que teve o azar de ser relançado em DVD por aqui como “Três Homens em Conflito”..
004BuonoilbruttoilcattivoIl
Mesmo que você nunca tenha visto, com certeza conhece a musiquinha ,que vive sendo remixada por qualquer DJ barato. Nesse filme, três bandidos que ora colaboram um com o outro, ora se odeiam, unem forças para encontrar uma fortuna em ouro roubado, enterrado em um cemitério perdido, durante a Guerra de Secessão.

O Filme é tão bom e influente, que continua sendo referenciado e copiado por diretores mundo afora. O filme mais recente a beber da fonte do Leone ficou conhecido por aqui como “Os Invencíveis”, rodado pelo diretor coreano Kim Ji-Woon. Esse filme pode ser considerado um remake não apenas de “O Bom, O Mau e O Feio”, mas de todos os outros faroestes rodados por Sergio Leone. No filme, passado na Manchúria nos anos 30, terreno de conflito de mercenários de toda a Ásia, um bandido (que usa uma franjinha de matar qualquer emo de vergonha) é contratado para roubar um mapa de tesouro de um oficial japonês ,viajando de trem. Porém, nesse mesmo trem, viajam um ladrãozinho pé de chinelo, que rouba o mapa antes dele por acidente,  e um assassino caçador de recompensas, que está no encalço dos dois. Assim que o bandido da franja resolve trair seu contratante e ir atrás do tesouro por conta própria, o filme se transforma num jogo de gato e rato entre os três, que acabam sendo atirados no meio de uma guerra entre mercenários e o exército japonês no meio do deserto, até o filme culminar no acerto de contas entre os três no meio do nada.
os_invenciveis
Por se tratar de um filme asiático, pode esperar por toneladas de ação guarnecidas por uma pelinha de nada de atuação. Apesar de nenhum dos três personagens principais possuir qualquer tipo de carisma- nem mesmo o ladrãozinho atrapalhado, por quem DEVERÍAMOS ter empatia, podemos esperar por cenas de batalhas e tiroteios de tirar o fôlego, tudo regado a sangue e brutalidade que só o cinema asiático tem. Mesmo o filme não tendo muito enredo, é uma boa pedida para um fim de semana com os amigos, sem falar que tem um final que deixaria o próprio Leone orgulhoso!

Obs: Recomenda-se consumir algo alcoólico –beeeeeem forte…- antes de assistir.

 

NOTA: 8,5

Anúncios

Uma resposta

  1. ” O bom, o mau e o feio” é maravilhoso. Não repito filme, mas esse repeti. Clint Eastwood é o máximo. Comecei a fumar aos 15 anos de idade devido aos cigarros fininhos e escuros que ele consumia nos seus filmes, onde aparecia imundo, em contrapartida aos cowboys limpinhos da década antecessora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: