Mini-crônica 5 com Coca Zero e fritas


Mini-crônica 5 com Coca Zero e fritas

 

Sempre que entro numa sala de aula, não importa qual, vem aquela sensação de dejá-vù. Semana passada, comecei a fazer cursinho pra concurso da prefeitura. As salas do colégio parecem ter sido todas construídas por formigas. Numa sala onde deveriam caber 30, há 50 alunos derramando-se uns sobre os outros. As portas têm um buraco no meio, onde o plano era ter uma janelinha de vidro. O ar condicionado é tão forte que daria pra gelar uísque em cima dele, e as janelas, apesar de sempre abertas, abafam ainda mais o clima. A palavra “gambiarra” está impressa em cada parede do prédio. As pessoas se acotovelam tanto nos corredores que deve ser preciso engraxar as paredes quando tiver um incêndio, pra todo mundo conseguir se locomover pra fora do fogo.

Não daria pra passar de bicicleta no corredor principal!

Nesse ambiente funesto, era de se esperar que eu ficasse conhecendo alguém. Mas, tem um problema grave no sistema de aulas. São três horas de aula sem parar, e a matéria metralhada a um ritmo vertiginoso, com um “intervalo” de apenas dez minutos. Nesse tempo, mal dá pra coçar um dos lados do saco de maneira satisfatória! E, pra coroar, nenhum professor deu sequer uma chance para os alunos se apresentarem. Sei que todos lá são adversários, mas pelo menos podíamos ter um pouco de companheirismo. Sabem que, em duas semanas de aula, eu não fiquei sabendo o nome de UM ÚNICO COLEGA? Honestamente, já estou quase esquecendo meu próprio nome. Bem, para a maioria de vocês, meus estimados leitores, isso pode não ser grande coisa, já que todo mundo se odeia. Mas para mim é um problema atroz.

picapau

Apesar de meus textos indicarem o contrário, no mundo real eu sou um cara terrivelmente tímido e anti- social, tanto que, se não fosse por esse blog, eu  nem existiria. Nunca tive nenhum amigo – fora da net- daqueles em quem se pode confiar, e que serviriam de escudo se alguém apontasse uma arma pra sua cara. Todas as afinidades que tive com outras pessoas com o passar dos anos foram na escola e na faculdade, e todos eles foram embora da minha vida. Alguns que eu já considerei muito, já que cresceram comigo, desapareceram.

E em relação a namoros, minha situação é ainda pior. Bom, confesso que quando eu era mais jovem, era um apalpador inveterado. Não perdia a chance de “chegar junto” de nenhuma menina. Recebi muita advertência e castigo na escola por isso, evidentemente. Mas com a chegada da “idade da razão” e do semancol, essa característica sumiu. Passei a me sentir um verdadeiro loser em relação a meninas. Nunca consegui pedir nenhuma em namoro – fora da net, a única namorada que eu tive foi ELA quem tomou a iniciativa. Não sei. Acho que não preencho nenhum requisito que faria uma garota normal se interessar por um homem – fora a beleza, modéstia à parte…. Não gosto de festa, de beber, nem de papo furado. Já me apaixonei muitas vezes, mas em quase todas a “vítima” ou não queria nada comigo, ou era casada. Ou ambos.

paciência

Será que existe alguma salvação pra essa desamparada alma solitária?

Anúncios

5 Respostas

  1. A sua mãe te acha bonito.

  2. Oi Fernando,
    Adoro a sua irreverência!!! O seu blog está super legal, e que pique héim?
    Parabéns.
    Abraços.

  3. O povo tá ali tão ansioso pra passar num concurso, que em geral nem olha pros lados, mas vá tentando…

  4. Ê cursinho… Sempre tentam enfiar na tua cabeça a maldita “É cada Um por Si”.

    Quanto às mulheres, cara, pode apostar que tem gente mais azarada. Eu me encaixo nessa xD

  5. Como disse a Kátia: continue tentando…
    Mas ó !!! Olhe um pouquinho mais para os lados. Tenho certeza que encontrará a sua alma gêmea te olhando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: