Chega de sadismo!


Caros editores e donos de jornais ao redor do mundo,

 Venho por meio desta, demonstrar minha profunda insatisfação com o serviço que vocês têm prestado à humanidade nas últimas décadas. Nem mesmo toda a audiência do mundo, ou a quantidade de jornais vendidos aos Domingos justificam essa fixação que todos vocês têm em enfatizar SOMENTE as notícias ruins. Não sei das outras pessoas, mas EU já me cansei disso. Tanta violência, guerras, doenças incuráveis, roubalheira, mentira…

Todos vocês estão cientes que a proporção de desgraças noticiadas sobre as notícias boas é de aproximadamente 6.000.000 para 1. É quase sempre uma notícia tétrica, escrita no topo da página em letras enormes e brilhantes, e algo positivo, escrito num quadro com letras de bula de remédio num canto de página. E nos canais de notícias, as mais leves raramente ganham destaque, sempre passando a uma velocidade supersônica no rodapé da tela para ninguém conseguir ler.

Vocês devem concordar que nem todas as pessoas do mundo estão dispostas a passar por essa avalanche de “coisa ruim” durante as refeições. Não podem existir tantos masoquistas no mundo. Supõe-se que o dever primordial do jornalista seja trazer esperança à audiência, e mostrar que, apesar do mundo estar desmoronando, ainda existem motivos para sorrir, não é verdade?

Aliás, qual seria o motivo de toda essa fixação? Por que vocês sentem essa necessidade de nos empanzinar com tragédia atrás de tragédia a cada segundo, com os apresentadores sempre sorrindo pras câmeras? Não posso afirmar, mas por acaso existiria algum tipo de complô? Vocês mostram guerras entre polícia e bandidos porque alguém paga para estar em evidência? O mesmo pode se aplicar aos políticos?

            Já pensaram que, talvez, se vocês parassem de mostrar tanta maldade, tanta violência, tanto político roubando, tanta barbaridade acontecendo, tudo isso poderia acabar diminuindo? Afinal, suponho que traficantes, ladrões, estupradores, políticos corruptos e gente cruel em geral, devem adorar se ver nas telas e na primeira página do jornal, para se sentirem os donos do mundo.

Vaidade é vaidade em qualquer classe social. Antes da informação, o compromisso nº 1 de vocês seria com o medo? Vocês precisam do controle, precisam manter a população apavorada, com medo até de colocar a ponta do nariz pra fora de casa, sob pena de tomar um tiro de escopeta no meio da fuça? População aterrorizada significa audiência, pois em casa não desligam a TV. Não é de hoje que eu sei da existência de um documento onde vocês colocam os assuntos que devem ir parar nas bocas do país, e os que devem ser ignorados pela pauta dos programas.

            Meu pai dizia que adoraria se existisse um canal de jornalismo que só passasse notícias boas. Acho que todos nós gostaríamos de um noticiário mais light, pra variar. Na hora do almoço, um monte de coisas boas acontecendo ao redor do mundo, numa valorização da Agenda Positiva, mesmo que fosse tudo inventado. A vocês soa como um absurdo essa idéia, não? E se não o fosse?

 

Pensem a respeito.

 

Cordialmente,

 

Um blogueiro qualquer que resolveu dizer “CHEGA!”

 

 

Cid-fred

Anúncios

2 Respostas

  1. E viva o Terrorismo Psicológico da Classe Mérdia…

    É bem por aí que a coisa funciona: Noticiam alguma coisa que originalmente não tem relevância, deturpando ao máximo os fatos e Voìla: Um bando de gente aterrorizada.

    Ex mais atual: Gripe Suína

  2. A polícia e os bandidos trocam mensagens usando os jornalistas, que algumas vezes cedem aos interesses desses dois grupos, e involuntariamente se tornam massa de manobra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: