Nerd solitário procura:



É fato consumado que os homens NUNCA, JAMAIS, EM HIPÓTESE ALGUMA devem falar abertamente sobre seus fracassos. Mas como me acho um fracassado nato, sinto-me compelido a quebrar mais esse tabu. Tem também quem diga que amor não é coisa de macho, afinal macho não ama, tem tesão.
Sou um cara muito solitário e anti-social, tenho quase 26 anos e ainda não consegui me arrumar. Podem me chamar de antiquado, mas eu valorizo muito o romance. Até hoje, nunca conheci uma gata que me fizesse dizer pra mim mesmo “’É essa! Essa será a mãe dos meus filhos!”. Quando mais jovem, fiz uma promessa pra mim mesmo: A primeira menina por quem eu me apaixonasse seria a única. Bom, obviamente isso não aconteceu. Aqui estou eu, ainda com o rabo entre as pernas, sem ter idéia do que fazer.
Quanto ao meu gosto feminino? A primeira coisa que eu olho em uma mulher são as mãos, pra ver se elas já têm alianças ou anéis de compromisso. Respeito muito o espaço alheio, ao contrário da maioria dos homens. Já comentei vagamente por aqui sobre a “cultura” Douchebag americana. Sabem, os ratos de academia com egos superinflados, Q.I de ameba, sem nenhum pingo de semancol e que se consideram verdadeiros garanhões reprodutores, como o rei dos comedores brasileiros Zé Mayer. No Brasil existe a vertente feminina desse fenômeno, as famosas piriguetes. Toda família tem uma, a filha que faz os marmanjos da mesa de bar suspirarem e os pais enfartarem.
Nunca namoraria uma mulher-objeto, estilo Jéssica Rabbit e Megan Fox, que parecem dizer com o corpo “Olhem pra mim! Sou gostosa, e todos os homens fariam tudo pra se deitarem comigo!” Acredito que homens e mulheres precisam se fazer respeitar, ter um mínimo de dignidade. Não sei nada de moralidade feminina, mas acho que mulher nenhuma gostaria de entrar pra história como “bem rodada”. Conseguem imaginar a seguinte lápide? “Aqui jaz Carolina. Ela usufruiu de 35.000 pênis em toda sua vida”. Todo mundo deve ser tratado com respeito, desde que faça por merecê-lo.
Meus problemas para conquistar uma mulher são três: sou um sujeito muito tímido, não observo o que me rodeia e sou terrivelmente sincero. Morro de medo de me apresentar a uma mulher, já mentalizando o bofetão na cara. Sempre que me aproximo de alguma mulher que eu acho interessante, eu travo. Tudo que consigo fazer pra elas é sorrir, acenar e beijar na bochecha. Nunca observei nos meus arredores se há alguma mina de olho em mim. Considero-me um frouxo incorrigível. Nunca lancei uma daquelas clássicas cantadinhas de pedreiro, que todo macho em treinamento precisa conhecer de cor. Bem que a vida real poderia ser como naqueles filmes do Cine- Privê, onde você sequer conhece a mulher e já lasca um beijo de novela das nove, e ela nem reclama. Eu não sei, mas as mulheres têm muito poder, não acham? Não importa qual seja a discussão, se você é gostosa, já ganhou. Homem nenhum transmite essa mística. Já com mulher é mais fácil de conversar, pois, na prática, é sempre apenas um dos lados que conversa. Vocês adoram conversar, e tudo que procuram são bons ouvintes. Todos sabem que a chave para uma relação duradoura é aprender a falar pouco e deixar vocês descarregarem toda sua fúria em nossos ouvidos.
A grande maioria das pessoas não consegue lidar bem com a sinceridade, apesar de sempre a cobrarem de seus pares. Para nós, relacionamentos são como realidades alternativas, limbos interdimensionais, aonde nos afundamos para escapar dos agouros do cotidiano. Desse modo, acabamos exigindo muito além do que o par é capaz de oferecer. Talvez seja essa a causa da maioria das separações, afinal ninguém quer arcar com uma responsabilidade tão grande.
Ah, por que é tão complicado se apaixonar?

Anúncios

5 Respostas

  1. Apaixonar-se não é complicado. É até fácil demais… e perigoso.
    Acho que o segredo para o início de um relacionamento é ser espontâneo e se mostrar disponível.
    Dar ao outro atenção e carinho, saber ouvir, ser um rapaz inteligente e perspicaz como você é, eis um pouquinho da fórmula. O resto… deixa o momento conduzir.

  2. O grande problema é: Se apaixonar e fazer da guria, objeto de adoração e deixar de viver sua vida em função dela. Isso fode e muito com relacionamentos!

  3. I’m a NERD

  4. Firstly is needed to know what’s to be a NERD

  5. sabe, eu sou bem parecido com o q vc colocou aí. poderia até dizer q sou igual, se fosse 8 anos mais velho. e tenho esse mesmo problema. sou praticamente um nerd. nos últimos 6 anos só consegui ficar (ou namorar) com 4 meninas. entrei pra faculdade esse ano, todos os meus amigos ficavam falando q ali eu tinha q pegar bastante, caso contrário eu seria considerado viado por eles. nesse meio ano de aulas já me apaixonei 2 vezes, já sofri, já vi meu melhor amigo ficar com a menina q eu mais queria. de cada 10 amigos meus, 8 estão namorando. e eu aqui sozinho, por causa dessa maldita timidez e falta de bom papo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: