Aquecimento


Vida longa e próspera, vulcanos e humanos. Hora de embarcar na ‘Interpraise’ e esburacar rumo ao desconhecido!

Às vezes, quando eu passo pelos degraus que desembocam na sala de jantar da minha casa, eu aponto as mãos para o teto e salto, na esperança de conseguir encostar as palmas no gesso algum dia. Nunca consegui, mas continuo tentando.

Desde criança tento fazer várias coisas e nunca consigo como boiar na piscina, andar empinando a bicicleta, dar cambalhotas, xangôs e backflips à moda dos personagens de jogos de luta e lutadores de filme de kung-fu, andar plantando bananeira, dar uma enterrada no basquete, comprar uma guitarra (meu pai sempre disse que guitarra não tem utilidade alguma se você não tem uma banda), tocar teclado e violoncelo, saltar e me agarrar na viga do teto da academia…

São coisas sem valor para qualquer outra pessoa, mas que para mim são verdadeiros obstáculos. Mesmo obtendo sempre os mesmos resultados, continuo sacudindo a poeira e tentando novamente. Assim que conseguir domar todos esses pequenos desafios, acredito que estarei preparado para ter a vida que sempre sonhei ter.

Bom divertimento!

Obs: Quando eu escrevo essas baboseiras sentimentalóides, é porque eu estou desesperado pra ouvir alguns conselhos. Alguém se habilita?

Anúncios

4 Respostas

  1. Conselhos Fernando? Não…não me atrevo.
    Sabe por quê? Assim como você ainda não
    realizei coisas que parecem pequenas mas
    para mim são limitadores.
    Exemplos? Vergonha…ainda não aprendi a
    andar de bicicleta, minha última tentativa
    se não me engano foi na “magrela” do meu
    cunhado, quando ele percebeu que eu ia cair
    correu, puxou a monstrenga e eu fui parar
    dentro do valão. Tem mais coisas…mas deixa
    para uma outra ocasião.
    Beijos

  2. Barreiras, aparentemente desimportantes, podem funcionar como ritos de passagem, e então servirem para grandes avanços. Adiante rapaz!

  3. Conselho…Uhmmmm…

    Bem… já são 02:59 da madruga, e eu que neste domingo quando cheguei em casa comecei a fazer uma pesquisa sobre sustentabilidade e eco-design, e me deparei com seu blog…, nem sei como cheguei aqui, mas gostei e fiquei lendo uma crônica, um texto…, e olha que eu nem gosto de ler tanto assim textos de net, mas cara seus textos são como chantilly, leves e saborosos.
    Meu conselho: “O Ministério da Saúde Literária adverte: Escrever textos extremamente gostosos, pode causar dependência repentina em seus net-admiradores.”
    Continue fazendo desta maneira, simples assim…, deixando com que a mão do seu coração escreva.

    Abraços,

    P.S.: Bom agora vou dormir um pouco, para fazer minha pesquisa ao acordar…até mais!

  4. Faz anos que eu nem ando mais de magrela! E vivam os prazeres pequenos da vida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: