Mil perdões, galera


Olá, todos vocês.

Devido a alguns probleminhas pessoais, tenho sofrido ultimamente de um bloqueio de escritor dos brabos. Como puderam notar pelos meus escritos, tenho passado por momentos muito melancólicos na minha vida, e, vistas tais circunstâncias, fica muito difícil manter o humor e o otimismo. Pretendo ficar umas duas ou três semanas de férias do blog, pra ver se essa vidinha fica menos besta.

Fiquem agora com um poema de despedida. Vejo vocês por aí, folks!

Sorry, I lost
Fernando Yanmar Narciso

Naquela estante tem um troféu
Que  nunca ganhei
Naquela página tem uma entrevista
que eu nunca dei

Naquela esquina tem uma garota
que nunca fiz gemer
Naquele sinal tem um carro
que não fui eu que bati

Aquele mendigo desmaiado
que a enxurrada arrasta
como um barco pela rua
poderia ser eu

O enterro milionário
que passa pela avenida
com centenas de pessoas chorando
poderia ser o meu

2 Respostas

  1. A indumentária está de acordo com o poema. Acabe logo com essa melancolia e mãos a obra.

  2. Vai lá Fernando e volte a mil.
    Sempre que eu puder estarei por
    aqui.
    Abração

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: